Qual o momento certo para investir em um software de Comércio Exterior?

Qual o momento certo para investir em um software de Comércio Exterior?

A verdade é que profissionais de Comércio Exterior sempre foram analistas de dados sem nem mesmo saber. Isso porque resolvem problemas complexos baseados em um grande volume, velocidade e variedade de dados (os 3Vs do Big Data). E o fato é que até há pouco tempo, a única forma de analisar essas informações era manualmente, o que tomava grande parte do tempo do profissional. Porém, hoje existem diversos softwares de Comércio Exterior que facilitam o dia a dia dos profissionais de Comex.

No setor operacional, os dados guiam todo o processo: na coleta da mercadoria, embarque, documentações e gestão do estoque. Já no setor comercial, eles são coletados e transformados em informações que permitem uma melhor prospecção de mercado, venda, identificação e mapeamento do público-alvo, além da conquista de clientes fiéis e boas parcerias.

Por meio da organização, tratamento, estudo e análise de dados é possível obter ganhos financeiros e em produtividade, como veremos ao longo deste texto. Assim, a tecnologia se torna uma grande aliada das empresas, pois com ela é possível coletar todas as informações e entregar inteligência operacional e comercial.

Continue a leitura deste artigo e entenda melhor sobre a importância da tecnologia para as rotinas de Comércio Exterior!

O papel da tecnologia na otimização de rotinas

A tecnologia pode ser definida como um conjunto de técnicas sistemáticas de otimização de processos e resoluções de possíveis problemas. Em muitas áreas, ela também significa reduzir trabalhos desnecessários e burocráticos.

Com ajuda da tecnologia o Comércio Exterior evoluiu e trouxe muitos benefícios, tanto para o setor público quanto para o privado, pois com a redução de burocracias e aumento da agilidade nos processos muitas empresas conseguem crescer e se desenvolver, gerando um ciclo virtuoso para a economia.

Dentro das diversas tecnologias existentes, a mais importante, talvez, seja a integração de fases processuais e organização de dados. Afinal, uma empresa que atua no Comércio Exterior precisa ter um grande controle das etapas administrativas, fiscais, comerciais e cambiais de suas operações. 

Assim, essa integração permite:

  • automatizar atividades, como a emissão de documentos e envio de e-mails;
  • melhorar a visualização de todos os setores da empresa;
  • ter um modelo de gestão ágil e eficiente;
  • observar padrões e tendências para ter maior previsibilidade;
  • melhorar as tomadas de decisão.

É por meio de um software especializado em Comex que importadores e exportadores ganham mais controle de seus processos, e o principal resultado é a redução de custos e otimização do seu tempo. Vamos entender mais abaixo!

Por que e quando investir em um software de Comércio Exterior?

Imagem de duas operárias com seus equipamentos de segurança, segurando um tablet, cada uma com uma mão, que está na tela da Gett Tecnologia. Ao fundo, há um galpão com mercadorias em caixas de papelão.

Imagine ter acesso a todos os custos da operação logística, antes mesmo de realizar cotações. Além disso, à medida que sua operação avança você adquire maior controle das informações do seu embarque, emite documentos em poucos minutos e ainda realiza o gerenciamento completo de sua carga até o consumidor final. Tudo isso em apenas um software

Mas agora você pode estar se perguntando: “ok, isso é muito interessante, mas será que agora é o momento de investir nesse recurso?”

Para identificar o instante ideal de investir em um software de Comércio Exterior é necessário entender o quanto sua empresa tem potencial de economia e ganhos após a implementação dele, veja:

1. Redução de custos

A implementação da tecnologia pode reduzir custos da sua empresa no que se refere aos:

  • tempo gasto em atividades repetitivas — colaboradores podem dedicar seu tempo em funções que agreguem mais valor para a corporação, reduzindo os custos operacionais da empresa;
  • dados organizados — com eles é possível identificar e eliminar possíveis gargalos operacionais;
  • uso de papel — o que significa também mais sustentabilidade para a empresa.

Como podemos perceber, o Valor do Dinheiro no Tempo (VDT) é uma estratégia fundamental para o sucesso dos negócios.

2. Produtividade

A tecnologia traz maior agilidade e velocidade na operação, não só pelo aumento da produtividade dos colaboradores, mas também melhorando o atendimento aos clientes e aumentando o nível de satisfação dos consumidores.

3. Maior controle da operação

Ter controle da operação, como um todo, e não depender de informações de terceiros pode trazer diversos benefícios, como:

  • diminuição de erros em operações manuais;
  • transparência;
  • maior controle de prazos;
  • escalabilidade do negócio;
  • maior controle financeiro.

4. Segurança

Um software é capaz de centralizar informações da empresa e de seus clientes de forma segura, entregando maior confiabilidade na operação. Além disso, é possível criar planos para mitigar riscos e proporcionar a segurança dos embarques.

Os quatro benefícios citados acima funcionam de maneira interligada e permitem, aos importadores e exportadores, uma melhor gestão de seus processos como um todo, desde o estudo da viabilidade da operação até a entrega da carga em seu destino, valendo-se de todas as vantagens mencionadas acima. 

Outro fator importante que não pode deixar de ser mencionado é a possibilidade de personalização dos serviços de tecnologia que se adéquam exatamente ao que a sua empresa necessita! É de suma importância a contratação de um fornecedor que não entenda apenas da tecnologia em si, mas também de Comércio Exterior e Logística, pois dessa forma os ganhos serão ainda maiores para a sua empresa.

A Gett leva à sua empresa uma gestão completa e integrada de toda a operação de importação e exportação, desde a simulação de custos, emissão de NF, gestão de backoffice de estoque, financeiro, vendas e cobranças. Acesse nosso site e conheça todos os serviços.

Kauana Pacheco

Kauana é formada em Negócios Internacionais e é pós-graduanda em Big Data & Market Intelligence. Kauana é a fundadora da ComexLand, onde atua como especialista em marketing focado para empresas do Comércio Exterior e Logística Internacional.

Deixe um comentário