You are currently viewing Analista de Comércio Exterior: como contratar os melhores profissionais?

Analista de Comércio Exterior: como contratar os melhores profissionais?

De modo geral, o analista de Comércio Exterior é o responsável por coordenar as operações de exportação e importação, o que envolve processos administrativos, logísticos e financeiros. O analista também auxilia na tomada de decisão da empresa, visto que ele é capaz de analisar e avaliar os desafios e oportunidades do mercado.

Ao contratar esse profissional muitos detalhes devem ser considerados, pois é um cargo de muita responsabilidade. Além disso, é fundamental para a empresa que busca expandir a sua atuação no mercado internacional.

Selecionamos neste texto algumas dicas com o intuito de facilitar o processo de seleção dos melhores talentos para a sua empresa.

Quais as qualificações que um bom analista de Comércio Exterior deve ter?

Todo profissional de Comércio Exterior precisa ter habilidades específicas devido à complexidade de suas funções.

Ao contratar um analista de Comércio Exterior é necessário avaliar essas qualificações que serão essenciais para contribuir com os resultados da empresa.

Conhecimento Técnico

Os processos de exportação e importação são complexos e burocráticos, portanto, esse profissional deve ser altamente capacitado para coordenar esses procedimentos.

Candidatos com formação técnica na área e, se possível, com experiência no setor – adquirida através de estágios ou cargos iniciais como auxiliar e assistente de Comércio Exterior – são os mais adequados para essa função por já terem conhecimento e maturidade para assumir mais responsabilidades.

Noções amplas sobre economia

Para analisar as oportunidades do mercado e possíveis entraves para as operações de exportação e importação é importante que esse profissional saiba aplicar os conceitos de economia no dia a dia.

Dessa forma, saber interpretar os dados e notícias para entender os impactos causados nas operações da empresa é uma habilidade que deve ser muito valorizada.

Fluência em línguas estrangeiras

É essencial que o analista de Comércio Exterior tenha fluência em outros idiomas, principalmente o inglês, pois fará parte da sua rotina:

  • ser responsável por coordenar os processos de compra e venda de produtos estrangeiros;
  • ter que lidar com diversos atores envolvidos, como fornecedores e parceiros internacionais;
  • analisar criteriosamente os documentos internacionais; e
  • entender o fluxo comercial de determinados produtos em outros países.

Conhecimento cultural

Ao lidar com pessoas de outras nacionalidades, é interessante que esse profissional saiba lidar com outras culturas a fim de manter um bom relacionamento interpessoal.

É importante entender que algumas atitudes comuns entre os brasileiros podem não ser bem vistas em outras culturas e isso pode impactar nos negócios internacionais.

Como contratar os melhores analistas de Comércio Exterior?

Para selecionar os melhores profissionais do mercado não basta apenas analisar as qualificações de cada um. É preciso saber como prospectar esses candidatos para tornar o processo seletivo mais produtivo e direcionado ao objetivo da empresa.

Além disso, o recrutador deverá definir qual o perfil do colaborador que deseja contratar:

  • qual o nível de escolaridade;
  • a experiência de mercado requerida;
  • quais são as qualificações que não podem faltar;
  • quais habilidades são inegociáveis e quais a própria empresa se dispõe a desenvolver nele.

A partir disso, um plano estratégico deve ser feito para contratar o analista de Comércio Exterior ideal para o momento em que a empresa está.

Selecionar um profissional não é uma tarefa fácil, mas lembre-se: assim como a empresa está em busca dos melhores candidatos, eles estão em busca das melhores empresas para trabalhar.

Portanto, mapeie os benefícios que sua empresa oferece, publique fotos e vídeos da equipe em eventos, no ambiente da empresa ou selecione depoimentos de colaboradores. Certamente isso tornará a organização mais atrativa na hora do recrutamento.

Contar com o apoio da tecnologia

Para facilitar a prospecção de candidatos que correspondem ao perfil desejado existem várias plataformas que auxiliam nesse processo. Basta personalizar a ferramenta com os requisitos e o perfil escolhidos que a tecnologia de informação dos sistemas compara os dados em seus bancos e, então, selecionam candidatos compatíveis com o cargo.

Imagem mostra Mapa-múndi em roxo

As redes sociais também são ótimas para divulgar vagas e selecionar possíveis colaboradores, mas a principal é o LinkedIn, que conta com uma aba exclusiva para prospectar candidatos e selecionar os que mais se adequam ao perfil. Se o objetivo for conhecer mais o estilo de vida do candidato e sua personalidade, Facebook, Instagram e Twitter são ideais para buscar outras informações mais específicas.

Observar competências

Um analista de Comércio Exterior é um profissional com muito conhecimento técnico, portanto, é preciso analisar suas competências na área antes de contratá-lo. Dessa maneira, alguns testes, dinâmicas ou perguntas sobre o setor podem ser feitos durante o processo para analisar se o candidato possui tal conhecimento.

Por isso, é importante identificar o perfil desejado para saber quais competências são essenciais. Não foque apenas em capacitação técnica, mas também em competências comportamentais.

Avaliar como o profissional lida com trabalho em equipe, se tem espírito de liderança e de colaboração são requisitos fundamentais para recrutar alguém que, com toda a certeza, vai agregar à empresa.

Procurar o auxílio de profissionais da área

Para a seleção e recrutamento de talentos é interessante contar com o auxílio de profissionais específicos da área de gestão de pessoas e psicólogos. Eles saberão tornar o processo mais simplificado e adequado ao objetivo da organização.

Imagem mostra homens dando aperto de mão.

Da mesma forma, ao elaborar o processo de recrutamento, esses profissionais sabem direcionar a empresa e diversificar as etapas. Além disso, sabem lidar com os candidatos e fazer as perguntas e dinâmicas compatíveis com o perfil do profissional a ser contratado.

Analisar o comportamento

Antes de analisar as habilidades comportamentais de um candidato, o recrutador deve mapear quais mais se adequam à cultura da empresa e ao perfil do cargo.

Para um analista de Comércio Exterior que se relaciona com diversos setores dentro e fora da corporação, é necessário ter boas relações interpessoais, ótima comunicação, espírito de liderança e saber trabalhar em equipe.

Para isso, as dinâmicas em grupo são os melhores meios de analisar essas habilidades. Busque por tarefas simples, mas em que o candidato precise ajudar os demais, consultar opiniões, executar tarefas em conjunto, pedir feedback e até mesmo que exijam do seu entusiasmo e proatividade. Enfim, tudo o que estiver alinhado ao objetivo principal da empresa.

Aproveite para ler também o artigo “Tendências para Comércio Exterior: o que esperar do Comex em 2022”

Nos últimos anos o mercado de Comércio Exterior vem mudando e se modernizando cada vez mais. Por isso, é essencial ficar por dentro das principais tendências e inovações para o setor, até mesmo na hora de contratar os melhores profissionais para a sua empresa que atua diretamente com o cenário internacional.

Aproveite para ler o nosso artigo sobre “Tendências para o Comércio Exterior: o que esperar do Comex em 2022” e saiba mais sobre o novo cenário e as inovações do mercado para este setor.

Jonas Vieira

Jonas é graduado e pós-graduado em Comércio Exterior, atua desde 2007 com foco em importação na indústria e comércio, e desde 2018 produz conteúdo sobre a área. É apresentador do podcast Invoice Cast e Co-Fundador da Invoice Content, agência de marketing que atende unicamente empresas de comércio exterior.

Deixe um comentário